Total de visualizações de página

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Fresquinhas




















Paralisações
- Ontem, os guardas municipais paralisaram a Ponte Felciano Sodré em protesto contra a falta de pagamentos. É apenas um aperitivo do que pode ocorrer nos próximos dias


Nada
- Os aposentados e pensionistas também estão sem receber, mesmo sendo prioridade. O povo de Cabo Frio não tem para quem recorrer 


Tinha de tudo
- O despejo da Secretaria de Transportes deu o que falar. Encontraram cada coisa lá dentro !


O fim da picada
- A secretaria de educação deu ordem para extinguir 11 turmas do Miguel Couto. Vergonhoso! 


Vc lembra ? 
- Alguém lembra do dia em que o deputado Janio Mendes disse que a educação de Cabral e Pezão estava progredindo ? Não ria, pô !


Confusão
- A prefeita de Iguaba, Grasiela Magalhães, conseguiu liminar de Ricardo Lewandowsky para ficar no poder, mas logo depois uma outra decisão judicial a afastou da prefeitura


Prefeito de Direito
- Dr André teve mais uma vitória no TSE e está garantido no cargo em Búzios


Não deu em nada ?
- Que fim deu ? Vcs lembram da agressão de Lupi, chefe do PDT, a uma estudante em julho na porta do Costa Azul ?  Veja o boletim de Ocorrência ao lado





Inconstitucional
- A PGR considerou a  reforma do Ensino Médio pretendida pelo governo golpista como inconstitucional. Bem feito ! 


Gastança
- A PF está estupefata com os gastos de Cabral. Em festas de fim de ano, ele torrava muita grana com os amigos, hospedando-os no caríssimo Hotel Portobello, de Mangaratiba. Somente com uma Babá que foi lá para tomar conta do filho de um miguxo, Cabral gastou mais de 6 mil reais. Mesmo fora do poder, Cabral bancava as festas e, nelas, as diárias de Pezão no Hotel de luxo. Lembra quando Janio Mendes defendia com entusiasmo o governo Cabral ? 


Fake imbecil
- O fake imbecil agora diz que existiam helicópteros no Araguaia, mas eram da FAB, não do exército. E daí ? A chefia geral das operações no Araguaia sempre foi do exército, desde 1972, início das operações, até 1975, fase de sumiço das evidências. Para a história e para a família não importa muito em que Força os helicópteros estavam registrados. Importa, sim, que, de dentro de um deles militares covardes  mataram a jovem Telma Correa, jogada viva sobre as pedras do rio Araguaia   


A barbárie
- As forças armadas brasileiras não apenas usaram helicópteros e aviões de combate no Araguaia, como lançaram bombas Napalm na selva para combater os guerrilheiros, matando centenas de animais, árvores, camponeses e índios Suruís inocentes. As bombas Napalm não mataram um único guerrilheiro. Os guerrilheiros em geral foram capturados por mateiros ou se entregaram, sendo, depois, assassinados covardemente pelos "valentes" militares, que os fuzilavam a sangue frio ou os jogavam de helicópteros 

Nenhum comentário: