Total de visualizações de página

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Renúncia suspeita


Em cima da hora (veja lá embaixo a data ), o candidato Rogério do Laboratório renunciou a sua candidatura. Sua saída da disputa causou desânimo nos demais candidatos do partido e  pode ter retirado a vaga da coligação.  O caso foi denunciado à Polícia Federal. Segundo pessoas do PV, há provas do envolvimento de um candidato na suposta armação   

6 comentários:

Newton Oliveira aguiar de oliveira disse...

Quem planta vento só colhe tempestade. As pessoas precisam aprender que a lei do retorno existe de verdade....

moreno 26 disse...

Segundo a constituição do nosso país diz , vivemos em democracia, e o mesmo direito que um nacional tem em se lançar candidato ele também o direito de renunciar a sua candidatura , agora quem tem telhado de vidro não joga pedra nos telhado alheio.

gilmar aguiar disse...

Fato corriqueiro em Cabo Frio. Em 2008, Rose de Ayres vinha com Jânio pelo PTdoB e perdeu a cadeira com mais de 2 mil votos na urna porque, estranhamente um candidato de 900 votos renunciou e depois das eleições apereceu nomeado como sub-prefeito em Maria Joaquina.

Prof. Chicão disse...

O TRE é o errado na história. E os 295 que votaram nele e não sabiam da renúncia ? Poderiam ter alterado o quadro

gilmar aguiar disse...

Vc pode afirmar que ele se empenhou na campanha até o dia da renúncia?. Lembro de tê-lo encontrado no gabinete de Adriano quando buscávamos filiar a nominata. Ele teria me dito, na ocasião que não viria candidato.

Prof. Chicão disse...

Gilmar, então, se é assim, este rapaz é o candidato perfeito, pois ainda assim 295 almas votaram nele. Imagine se ele quisesse a disputa e se esforçasse: chegaria na frente do Achiles