Total de visualizações de página

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Rapidinhas



















Tristeza
- O cenário de Cabo Frio ontem à tarde  era desolador. Sinais apagados, assassinato e toque de recolher na Praia do Siqueira, lixo espalhado, buracos nas ruas, etc..


Surpresa
- As eleições para a Câmara de Cabo Frio surpreenderam muita gente. Alguns nomes vitoriosos não eram previstos por ninguém. A derrota de outros também deixou muita gente chocada


G Zuis não ajudou
- Os pastores candidatos se deram mal nas eleições de Cabo Frio. Nenhum deles venceu. Falta de fé ? 


Foi boa
- Ao contrário do que muitos acham, penso que votação de Dr Paulo César foi boa. Ele estava numa situação política dificílima. Treze mil votos para ele, no cenário que se apresentou, foi muito bom. 


Boas votações
- O professor Moisés (508) e Felipe Monteiro (407) tiveram boas votações. Eles não deram uma moeda para ninguém. Assim como o professor Betinho, com 344 votos, que foi o candidato a vereador mais votado da história do PSOL local. Todos estão de parabéns !


Carol Midori
- Nos ônibus, salas de aula e botecos da cidade o nome de Carol Midori era muito falado ontem. Todos lamentaram o fato de não ser sido eleita, mas celebravam sua votação (1132 votos). A votação dela mostra a força que os amantes de animais têm na cidade


Renovação máxima
- Búzios teve uma renovação devastadora na Câmara. Só ocorreu uma reeleição, a da vereadora Joice 


Comemorando
- A vereadora mais votada de Belo Horizonte é do PSOL. É uma negra especialista em Igualdade Racial. Fiquei feliz !


Engano
- Quem pensa que a votação de Carlos Bolsonaro representa o crescimento da extrema direita no Brasil está enganado.. O vereador Tarcísio do PSOL chegou logo atrás dele. Bolsonaro teve uma votação muito concentrada na área militar da cidade (Vila Militar e bairros adjacentes), assim como seu irmão. Por outro lado, Tarcísio teve votação espalhada na cidade toda 


O candidato dos ricos
- Apesar disso, Flávio Bolsonaro (o candidato a prefeito) só ganhou em duas urnas da cidade, ambas na Barra da Tijuca. Flávio não ganhou nem mesmo nas urnas "militares". Ele quase desmaiou quando viu os resultados 


PSOL cresce I
- Apesar do radicalismo, o PSOL cresceu muito nas Câmaras de todo país, fazendo um mar de vereadores, a esmagadora maioria deles em cidades onde o partido não tinha nenhuma representação. Nas maiores, o PSOL fez seis vereadores no Rio (o segundo mais votado), quatro em Porto Alegre (o mais votado), três em Florianópolis, dois em Belo Horizonte (a mais votada), dois em São Paulo, dois em Niteroi (os dois mais votados), um em Curitiba, um em Salvador...


PSOL cresce II
- Apesar de ter perdido a prefeitura de Itaocara e não ter vencido a de Friburgo, o PSOL fez dois vereadores em cada uma das cidades


PT vive
- Quem pensa que o PT morreu, engana-se. O partido fez a segunda bancada de vereadores de São Paulo (9), onde teve o vereador mais votado do país. No país, o PT ainda governará 256 cidades e elegeu centenas de vereadores  


Rio Grande do Norte
- Mesmo obtendo mais de 8 mil votos, a vereadora do PSTU, Amanda Gurgel, não se reelegeu em Natal. Já o PSOL elegeu dois prefeitos no sertão, nas cidades de Jaçanã e Janduís, ambas também no Rio Grande do Norte


PCdoB maior
O PCdoB elegeu 46 prefeitos no Maranhão graças a máquina de Flávio Dino. O partido também fez 17 prefeitos na Bahía. O crescimento do partido em todo o país foi de mais de 30 %

2 comentários:

ALEXREP disse...

Penso que a votação do Alexandre da Colônia tb foi mt boa. Quase 900 votos, dobrando a votação de 2012.
Campanha tb sem dinheiro e infelizmente o derrame de dinheiro na véspera e no dia faz com que não tenhamos noção do que isso pode ter influenciado no resultado final.

Dolair disse...

Concordo com vc enquanto houver essa falta de decoro por parte da polticada canalha não teremos políticos bons. A compra de votos correu solta em CABO FRIO,e nadase fez para se coibir tal coisa.