Total de visualizações de página

sábado, 12 de março de 2016

PT de Cabo Frio decide apoiar Marquinho Mendes
























O PT de Cabo Frio seguiu recomendação da estadual e resolveu apoiar Marquinho Mendes nas eleições para prefeito em 2016.

Picciani prometeu que Dilma cai em 3 meses. Marquinho é aliado de Picciani. Mesmo assim, a ameaça do PMDB de deixar o governo Dilma não pesou na decisão dos petistas.

Obs
Vamos falar sério ? A facilidade com que Alair tem perdido partido após partido indica que Marquinho Mendes deve ser mesmo o candidato informal de Alair. 

2 comentários:

Gabriel De Biase disse...

Eu tenho nojo da política desta cidade. Se este ladrão voltar - já que todo o circo está sendo armado - podem decretar a falência oficial de Cabo Frio. Se ele voltar, eu desisto dessa cidade. E torço para que os de bem se salvem...

Ricardo Santos disse...

Não esta ainda sacramentado pois existe todos os regulamentos estatutario a ser cumprido,além do mais temos três nomes como pre candidatura um é o Tute os outros dois vão aparecer dentro das datas estabelecidas.Existem hoje a união de grupos contra a atitude do presidente sem fazer o debate.
REGULAMENTO DE PRÉVIAS E ENCONTROS
Art. 1º: O processo interno para escolha dos candidatos e das candidatas do Partido dos Trabalhadores aos cargos de prefeito ou prefeita; vice-prefeito ou vice-prefeita e vereador ou vereadora nas eleições municipais de 2016, será realizado entre os dias 5 de abril e 31 de julho de 2016, de acordo com o calendário de Prévias e Encontros aprovado pela Comissão Executiva em cada município, obedecendo as normas deste regulamento.
Art. 2º: O Diretório Municipal deve definir, antes da inscrição de pré-candidaturas ao cargo de prefeito ou prefeita, se a escolha do candidato ou da candidata será feita através de prévia eleitoral ou se ficará a cargo do Encontro Municipal.
Art. 3º: A decisão de delegar ao Encontro Municipal a escolha do candidato ou candidata a prefeito ou prefeita deve ser aprovada por 2/3 dos membros do Diretório Municipal.
Apoio a candidato ou candidata de outro Partido.
Art. 4º: A proposta de apoio do PT a candidato ou candidata de outro partido deve ser apresentada ao Comissão Executiva Municipal com as assinaturas de, no mínimo, um terço dos membros titulares do Diretório Municipal.
Art. 5º: Os delegados ou delegadas decidirão sobre a proposta de apoio a candidato ou candidata de outro partido no Encontro Municipal de Tática Eleitoral.
Art. 6º: O Encontro Municipal de Tática Eleitoral deverá ser convocado antes do início do prazo de inscrições a pré-candidatos ou candidatas a prefeito ou prefeita.
Inscrição de pré-candidatos ou pré-candidatas ao cargo de prefeito ou prefeita
Art. 7º: A Comissão Executiva Municipal abrirá o prazo para a inscrição de pré-candidaturas, que terá início quando:
a. Terminar o prazo para apresentação de proposta de apoio a candidato ou candidata de outro partido e nenhuma proposta for apresentada, ou
b. Quando o Encontro Municipal de Tática Eleitoral decidir que o Partido terá candidatura própria.
Art. 8º: Para se inscrever, o pré-candidato ou a pré-candidata precisará recolher as assinaturas de:
a. Pelo menos 10% do número filiados ou filiadas que participaram do último PED ou PEDEX realizado no município, quando a escolha do candidato ou candidata for através de prévia eleitoral;