Total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de março de 2016

A evolução patrimonial de Bolsonaro, o honestinho dos golpistas























Por Artur Garnieri.

Nas eleições de 2006 o meu candidato declarou um patrimônio de R$ 433.934,48.

Nas eleições seguintes, passados 4 anos, o meu candidato duplicou os ganhos e declarou R$ 826.670,46.

Na última eleição, Bolsonaro declarou um patrimônio de R$ 2.074.692,43.

Esse patrimônio incluía duas casas na Av Lúcio Costa, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - RJ, nos valores de R$ 400.000,00 e R$ 500.000,00. Para os fins de semana, uma casa em Angra dos Reis avaliada em apenas R$ 98.500,00..rs..(os risos são do blogueiro)

Mas ele ainda possui outros imóveis. Na sua última campanha, ele recebeu algumas doações. Entre elas, R$ 200.000,00 da Friboi (JBS S/A) e mais R$ 200.000,00 do partido a que era filiado.

Seu salário de parlamentar R$ 33.763,00. Seu salário de capitão da reserva +- R$ 7.700,00.

Ocorre que, na verdade, casas na mesma região da Barra da Tijuca onde ficam as casas dele têm o preço médio de R$ 3.000.000,00. Isso é, seriam duas casas no valor total de R$ 6.000.000,00.

Em Angra dos Reis, um simples terreno no mesmo local onde fica sua casa de veraneio é avaliado em R$ 3.500.000,00. Ele afirmou no ano de 2013 para a mídia que pagava a sua campanha exclusivamente com o próprio dinheiro, mas declarou perante a justiça eleitoral doações no valor de R$ 400.000,00 feitas por uma empresa e pelo seu seu antigo partido, o PP, que é o partido mais citado na Lava Jato.

Bolsonaro obteve um aumento patrimonial no último ano de 90,5% e não é nem empresário, investidor ou o Marck Zuckberg. Imagina se fosse presidente?

Mas Jair Messias Bolsonaro é um homem honesto. E tem um bom contador.

Fontes:




3 comentários:

Daniel Morais disse...

Não sou defensor de Jair Bolsonaro e nem gosto dele,

Mas temos que ser claros em alguns pontos. Temos que analisar quando é que ele adquiriu a propriedade em Angras dos Reis, se ela foi adquirida recentemente, é obvio que esse valor está incorreto. Porém se é um bem adquirido em 1995 (por exemplo), esse valor é totalmente plausível.

Eu faço a minha declaração de imposto todos os anos e faço a do meu pai também. Na declaração do meu pai tem um imóvel lá declarado por 2.500,00 e hoje ele vale 900.000,00 reais. Mas na época, em 1995 se não me engano, meu pai comprou por esse valor de 2.500,00 e pra receita é esse o valor que importa. Pra receita o patrimônio dele é de 2.500,00.

Então eu acho uma levianidade ficar colocando informações "ah, vale x o terreno em tal lugar", porque isso pouco importa, dependendo de quando que foi adquirido.

Prof. Chicão disse...

Ele devolveu depois que descobriram, meses depois. O resto da doação foi do partido dele, do PP, o partido mais envolvido na Lava Jato

Daniel Morais disse...

Sobre doação pra campanha, sobre isso eu nem argumentei, porque eu não sei. Só argumentei mesmo, sobre declaração de imposto de renda.