Total de visualizações de página

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

O passado sempre vivo aqui no blog

Largo Santo Antônio na década de 70

2 comentários:

DJ Mangueira (Anderson Lopes) disse...

quantas árvores... quanta diferença... :/

Gabriel De Biase disse...

Não foi o avanço do centro da cidade que impediu o verde de continuar fazendo parte da paisagem. Conheço muitas cidades urbanas que prezam pelo seu arborismo e possuem incríveis projetos paisagísticos. Cabo Frio não. Apesar de prezar o turismo de belezas naturais, como se gaba para tentar se manter, o governo atual e os que se antecederam não prezaram o mínimo pela natureza em suas obras. E aí temos uma cidade cimentada e exacerbadamente urbana quando, na verdade, poderíamos fazer mais proveito do aspecto rústico.
Quer um exemplo recente? Basta olhar para a praça verde dos quiosques que de verde não tem nada. E, claro, pra propria orla da praia que não tem árvores, jardins e ao menos, projeto paisagístico expressivo.
Avisa ao gosto de certos senhores por aí, que ngm acha beleza mais em vidros e cimento.