Total de visualizações de página

sábado, 16 de janeiro de 2016

Rapidinhas




















Abandono
- Os espaços culturais de Cabo Frio estão em petição de miséria. Alair jamais destinou um valor fixo para preserva-los, nem mesmo quando a grana abundava


Tem mais
- Não são apenas os professores que estão sem receber: os funcionários administrativos das escolas também. Realmente é muito difícil ter uma posição moderada desta forma. Salário é sagrado !


Caos político
- De todas as alianças feitas por Alair em 2012 para vencer as eleições a única que perdurou até agora sem abalos foi a que ele fez com Alfredo Gonçalves. Todas as demais estão rompidas ou muito fragilizadas. E dos seus antigos correligionários, vários não estão mais com o prefeito. A lista é muito grande para enumerar aqui. Isso prova a condução política errada que o governo teve desde seu início. É com certeza um dos motivos pelo fracasso de sua gestão


O puro
- Dr Adriano não tem a menor chance de ganhar a eleição se ficar de purismo, como até agora se comportou na política. Alguns chamam Dr Adriano até mesmo de "Cláudio Leitão de óculos"..rs.. 


Acabando com o Rio
- O PMDB está acabando com o Rio. O Jardim Zoológico, tradicional ponto da cidade, foi fechado por falta de condições adequadas para os bichos. Que vergonha ! 


Racista
- O jornalista Alexandre Garcia, que só chegou onde chegou por colaboração com a ditadura, chamou os cotistas da UNB de incapazes e revoltou alunos e professores em Brasília. Veja aqui: http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/213441/Racismo-na-Globo-revolta-alunos-e-professores.htm


Sem folia
- O prefeito de São Gonçalo também cortou toda a verba do carnaval da cidade por causa da crise


Perigo
- Morro e não vejo tudo. Que veneno sinistro é esse, meu deus ?  

2 comentários:

Suely Sardou disse...

O que Cabo Frio mais gosta é de FOGOS, muitos FOGOS, espaço cultural, o quê é isso???? rsrsrs. Não só os efetivos da Educação que não receberam seus proventos de dezembro/15, são TODOS os efetivos: Educação, Saúde, etc..,etc....

Lud disse...

O caso dos secretários, agentes e auxiliares administrativos que trabalham em secretarias escolares é muito grave! Além de estarem sem salário e vale-transporte, ao aderirem em massa à greve a SEME de forma criminosa decretou que os grevistas estavam automaticamente de férias. Com isso os funcionários não docentes ficaram sem dois direitos garantidos pela constituição e o governo finge que está tudo bem e só os professores estão reclamando! A justiça nesse país só abre os olhos para beneficiar os poderosos! É deprimente!