Total de visualizações de página

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Rapidinhas




















Surpresa
- A reforma de Alair surpreendeu a todos, principalmente as saídas de Edinho, Toninho e Carolina


Bastidores
- Facury foi convidado a ficar, mas não aceitou. Mílton Alencar estava cotado mas acabou não ocupando nenhuma secretaria, assim como Carrerette. Não se sabe o que ocorreu nos bastidores  


Os carismáticos
- Sergio Santa Roza, Juliano Almeida e Paulo Henrique são carismáticos e dão um toque mais simpático ao governo.  É muito difícil alguém não gostar ou brigar com um dos três


Bom nome
- Sério, honesto e profundo conhecedor da história da cidade, Sérgio Santa Roza é um dos poucos cabofrienses que conseguem ser respeitados em vários grupos políticos. Sérgio já trabalhou com Bonifácio no primeiro governo dele 











Fortalecido
- Alfredo Gonçalves foi sem dúvida aquele que saiu mais fortalecido politicamente com a reforma, não só pelo acúmulo de pastas, mas por ter aliados seus em mais duas secretarias. Alair considera Alfredo trabalhador e também gosta de sua esposa, a quem chama de "menina dos meus olhos


Pastor vem aí
- O pastor Alexandre Carvalho, da Universal, entra na Câmara no lugar de Paulo Henrique Correa


Protesto
- Ocorre hoje, a partir das 15 horas, na Pça Porto Rocha, um protesto contra o aumento das passagens de ônibus


Nenhuma
- A OAB entregou certificados de excelência para universidades de Direito do país. Nenhuma delas de Cabo Frio, infelizmente


O pacote
- Pezão prepara grande pacote de medidas para ferrar os professores e os alunos. Entre as medidas estão aumentar os descontos do Rio Previdência e fazer cortes nas merendas das crianças e adolescentes. O senhor Janio Mendes, que é vice líder do governo Pezão, não abre a boca pra falar nada. Seus assessores também. Mas se fosse Alair a fazer isso...


Direita briga
- Olavo de Carvalho, Reinaldo Azevedo e Rodrigo Constantino quebraram o pau entre si por causa de Bolsonaro. Um xingou o outro. Todos têm razão..rs..


PM nazista
- A PM de Alckmin continua agredindo covardemente os estudantes paulistas que lutam contra o aumento do preço das tarifas. Se o estudante for do PSOL e estiver vestido a caráter, tem sua camisa arrancada e leva uma surra. É a ordem

3 comentários:

novinho_cf_18 disse...

Brigar com Paulo Henrique Correa, é muito fácil...é só ele por não gostar de ouvir verdades, em plena sessão na casa silenciosa, ameaçar seu filho.

José Claudio do Nascimento disse...

Boa tarde, meu amigo e admirável,Chicão sou seguidor do seu blog o seu ponto d vista em muitos assuntos é o meu também principalmente em algumas denominações
religiosa, mas,discordo do seu entender em relação aos protestos q estão ocorrendo em todo país. Os supostos estudantes q o sr fala q estão apanhando da PM, na verdade não são pessoas d bem são baderneiros. Então a PM tem q baixar a ripa e mais tem q prende-los e responsabiliza-los pelos danos causados a terceiros. Sou José Cláudio, Universitário cursando engenharia civil.

Abraços

Prof. Chicão disse...

Cuidado pra não confundir sua verdade com ofensa pessoal. A fronteira é muito tênue