Total de visualizações de página

domingo, 20 de setembro de 2015

O passado sempre vivo aqui no blog

 A morte da jovem normalista Nilze, de 16 anos, abalou a sociedade cabofriense em 1967. A justiça não encontrou o(s) culpado(s). As famílias da menina e a da suspeita foram embora da cidade e nunca mais voltaram

Nenhum comentário: