Total de visualizações de página

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Rapidinhas


















Tradicional
- Fundado em 1937, o Vila Nova de Búzios foi mais um clube tradicional da cidade


De volta
- Hoje, volta ao ar o programa Nas Trevas do Rock, na Cabo Frio TV, canal 10, a partir das 20 h 30 min, com sons inéditos e bons sorteios


Novo e bom programa
- Um novo programa na Cabo Frio TV comandando por Rodrigo Patynho vai ao ar todas as quintas às 22 horas: Universidade do Samba. Não tem presepada. O programa apresenta imagens inacreditáveis e  informações de qualidade sobre a história do samba no Rio e no país. Confira e veja se eu estou mentindo: https://www.youtube.com/watch?v=vXDLVcZYorU


Quase Inacreditável
- Toninho Correa publicou ontem no face uma imagem quase inacreditável. Um cidadão que fez obras em sua casa jogou uma tonelada de entulhos na rua para que a prefeitura (ou seja, o povo) recolha. Vc acha isso justo ?


Boca grande
- Alair paga pela boca, como sempre. Ele disse há quase 3 meses que a cidade em 90 dias estaria sem crise


Quietinhos
- O pessoal do PDT na cidade não abre a boca para falar do reajuste zero de Pezão aos professores. É porque Pezão dá boquinha e dinheiro pra campanhas, entende. É assim que eles fazem política


Bodas
- A professora Denize Alvarenga e Mauro Azevedo comemoraram ontem mais um ano de casamento juntos. Parabéns ! Mas os cientistas já confirmaram: Mauro é um santo..rs..


Doidão
- Aécio disse na Convenção do PSDB que foi reeleito presidente do Brasil. Deve ser o efeito de anos de  pó


Ridículo
- O homofóbico é um sujeito tão ridículo que se sujeita a passar por isso. O que vc vê aí é uma menina de 7 anos com a bandeira do movimento gay americano desafiando um pastor de Satanás que condenava os gays na rua (como se ele tivesse algum poder para isso). Zea, a menina, virou símbolo do casamento gay na América, aprovado pelo Supremo na semana passada 


Falida
- A família cristã brasileira é tão feliz que desde 1980 cerca de 160 mil mulheres foram assassinadas. Só no ano passado, 52 mil foram espancadas por seus maridos, noivos ou namorados. E esses são números apenas daquelas que foram à delegacia 

Nenhum comentário: