Total de visualizações de página

quinta-feira, 16 de julho de 2015

O passado sempre vivo aqui no blog



Os homens poderosos da década de 20

Só quem conhece um pouco da história de Cabo Frio tem a dimensão exata da relevância iconográfica desta foto, que reúne pessoas importantíssimas da história da cidade.

O primeiro em pé é Pedro Guedes de Alcofordado, homem que escreveu vários livros, editor do jornal O Arauto (1918-1931), e personagem central no movimento getulista da cidade em 1930. Teve que ir embora de Cabo Frio em 1932, graças às rivalidades políticas  

O primeiro sentado é José da Silva Massa, pai de Hílton Massa, editor do jornal A Columna (1927-1930), figura de proa na sustentação da oligarquia salineira na década de 20, alto membro da maçonaria local, fundador do Hospital Santa Isabel. Cinco anos depois desta foto, assim que ocorreu a revolução, ameaçado de morte e com o jornal fechado, também teve que ir embora da cidade.  

O segundo em pé, sempre da esquerda para a direita, é Deodoro Azevedo, um dos primeiros fundadores do clube Tamoyo, vereador atuante na década de 20.   

O último em pé é Antonio da Cunha Azevedo, o Nico Félix, bisavô de Helcio Azevedo, pai do craque Jediel Azevedo, um dos primeiros teatrólogos da cidade, coletor federal por mais de 25 anos. Um dos homens mais poderosos que a cidade já teve, ele foi fundador e presidente do Tamoyo, era ligado aos salineiros e ao regime da República Velha na cidade. Forneceu sua casa para a grande festa do Divino que ocorreu no final da década de 10, foi poeta, com poesias publicadas em revistas de circulação nacional, e fundador do Hospital Santa Isabel. Católico praticante, na foto ele disfarça a baixa estatura subindo em uma elevação. 

Os demais são salineiros e comerciantes poderosos, dentre eles, Francisco Rosa, Antônio Martins Guimarães, Henrique Macedo, Olavo Soares e Augusto Xavier.

Todos esses homens eram maçons e foram fundadores do Hospital Santa Isabel. Os desenhos das faixas que portam no peito indicam os graus hierárquicos que possuíam na Maçonaria. Os que estão sentados estão no ápice da iniciação. O que está sentado no centro, Aprígio Marques, possuía o grau mais elevado, daí a sua posição na foto. 

Nenhum comentário: