Total de visualizações de página

domingo, 21 de junho de 2015

O passado sempre vivo aqui no blog

 Livro lançado em 1972 pela editora O Fluminense
 Campeonato da cidade atraía grande público no início dos setenta
 Em 1978, Magalhães Pinto, o dono do banco Nacional e articulador do golpe de 64, recebeu o título de cidadão cabofriense

O caso de Sérgio Macaco, do Para-Sar, foi precedido por outra sacanagem contra o capitão, desta feita aqui na cidade em 1964

Nenhum comentário: